Notícias

ORIENTAÇÕES SOBRE CUMPRIMENTO DE MANDADOS URGENTES E NÃO URGENTES DURANTE PERÍODO DE CORONAVÍRUS

ORIENTAÇÕES SOBRE CUMPRIMENTO DE MANDADOS URGENTES E NÃO URGENTES DURANTE PERÍODO DE CORONAVÍRUS - Sindojus-GO

ORIENTAÇÕES SOBRE A APLICAÇÃO DO ART. 3º DO DECRETO JUDICIÁRIO Nº 611/2020

 

Caros colegas,

 

Para estancar qualquer sombra de dúvida o  Sindojus-Go vem informar o seguinte:

 

O Art. 3º  do Decreto Judiciário nº 611/2020 é bem claro ao determinar que:

 

Durante o período que trata o artigo 1º deste decreto, ficam suspensos os cumprimentos de mandados judiciais, salvo os casos urgentes, a serem pontualmente analisados pelo magistrado presidente do feito.

 

Vários colegas manifestaram ao sindicato que realizariam a devolução somente dos mandados da assistência judiciária, tendo inclusive manifestado que os mandados de custas seriam cumpridos.

Orientamos a todos que se limitem a dar cumprimento somente aos mandados urgentes e àqueles em que o juiz determinar o cumprimento no prazo de suspensão.

Com exceção dos mandados com audiência marcada para o período de suspensão das atividades, que devem ser devolvidos, orientamos que os demais mandados sejam guardados para ulterior cumprimento.

O cumprimento de mandados fora da regulamentação do TJ-GO pode gerar inclusive processos administrativos e criminais, conforme o caso.

O cumprimento de mandados de Busca e Apreensão de veículos, em que pese haver decisão liminar, não caracteriza a urgência regulada pelo TJ-GO em função da pandemia que está acometendo nossa sociedade.

 

 

SINDOJUS-GO

Diretoria


Voltar